Organizando o closet

closet 7 pinterest

Para quem não sabe, estou organizando meu closet novo, na minha casa nova! 🙂

Então, estou lendo um bocado a respeito do tema. Uma das partes desafiadoras e deliciosas desse processo é o exercício do desapego. Doei boas quantidades de roupas, sapatos e bolsas que precisavam de um novo lar e para terem o uso que merecem e “nasceram” para ter.

Nessas leituras, me deparei com um texto bem bem interessante, da Bridgette Raes,  e gostaria de dividir esse conhecimento , então, traduzi e adaptei o texto para voces aqui no Dicas Ingriveis.

Achei muito inteligente e sutil a diferença que ela faz entre preço e valor da peça e acho super válido ter isso bem claro na nossa cabeça antes de entrar loucamente numa loja em promoção e sair de lá com a sacola cheia de roupas, mas vazia de conceito.

Comprar peças com um super desconto não significa necessariamente que elas têm um super valor.  Comprar a roupa com desconto não é suficiente para determinar se o objeto realmente vale a pena ser comprado: Valor nao é determinado pelo preço, mas sim pelo uso e necessidade que voce dá a ele.

Closet 8 pinterest

A Bridgette faz uma metáfora maravilhosa sobre essas oportunidades que temos de pagar uma pechincha por uma peça que antes era bem mais cara. Mas e dai? Voce vai realmente usar essa peca? Ela vai te fazer se sentir deslumbrante? Pense bem: ela vai ocupar um espaço precioso e caro no metro quadrado do seu quarto… vale a pena ter ela pendurada lah?

Vamos à metafora: Imagine que você vai sair de férias, (para praia, sitio, fazenda, rancho…)… e quer passar o tempo lendo um livro nesse período. Aí, vc encontra um romance facinho de ler, bem baratinho, daqueles só para passar o tempo mesmo.

Vc compra e vai viajar. E aí vc le o tal romance, te distrai e tudo mais ….MAS sabe aquele sentimento de indiferenca ao colocar o livro na mala de volta pra casa? Tanto faz se você deixar o livro lá no hotel ou não. Nao faz diferença nenhuma: custou baratinho, vc já leu e pronto. Não quer ler de novo. Pra quer voltar com ele na mala  se ele não tem quase nenhum valor para você?

Agora imagine que custa o dobro ou triplo do romance anterior, um livro impecavelmente escrito, que te inspira, te ensina até a ganhar dinheiro, cheio de bons fundamentos. Aquele com passagens que te fazem voltar a querer relê-las? Esse tem muito mais valor e você provavelmente o levaria de volta pra casa.

Closet 6 pinterest

Ambos os livros são feitos de papel e palavras, mas o livro que oferee mais valor custa mais. Mas o valor em si não é encontrado no preço do livro, mas no uso que voce dá ao livro. Desta forma o contrário também valeria: pagar baratinho por um livro do sebo e ele se tornar um livro de cabeceira versus comprar um caríssimo e este se tornar um encosto de papéis na sua prateleira.

Claro, o romance barato da nossa metáfora tem tambem o seu valor, mas é bem improvável que voce queira uma estante inteirinha com outros romances do mesmo tipo.

Então, essa metáfora, segundo a Bridgett, pode ser usada também para seu closet, guarda-roupas (ou em praticamente tudo o que levamos pra casa). Se o seu guarda-roupa está “inchado” com compras baratas,– aquelas que vc mal usa e não liga muito para elas, que voce comprou numa “ótima” oferta,…– essa experiência vai ficar impressa, refletida em seu  guarda-roupa, assim como seu relacionamento com ele.

closet 9

Provavelmente, você nem vai ligar quando a roupa estiver espalhada no chão, ou tiver uma manchinha de água sanitária… Ou seja, as roupas não terão muito valor para você. Neste momento, vale a pena pensar que nem o preço “baratinho” pago por ela valeu a realmente a pena.

Então, a Bridgette diz (e eu concordo 100%) que a intenção aqui não é impedir que você se esbalde na promoção de sua loja favorita, outlets ou que te impeça de comprar loucamente… é apenas para gente pensar além do precço marcado na etiqueta.

É interessante pensar no “valor” da peça que você comprou dividindo o custo dela (preço) por quantas vezes já a usou. Se comprou uma blusa por 50 dinheiros e vestiu apenas 3 vezes (digamos, num período de um ano) ela custou até o momento 16 dinheiros por cada uso. MAS se comprou uma outra blusa por 200 dinheiros e já vestiu 20 vezes (também em um ano), ela custou 10 dinheiros por cada uso. Conclusão: Você pagou mais barato pela primeira, mas ela está te custando mais caro.

Compras eficientes=closet prático e vida mais fácil 🙂

P.S: as fotos deste post são todas do Pinterest 🙂

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s